Fotografo: Reprodução/portaldoarinos
...
Vereadora, Uliane Macarena

Na noite do dia 08 de março, exatamente no dia da comemoração do Dia Internacional da Mulher, a vereadora de Juara, Ulliane Patrícia Ferreira Rocha (Ulliane Macarena MDB) foi agredida por um homem que minutos antes teria agredido sua amiga no mesmo local.

A vereadora Ulliane explica que estava com seus familiares na lanchonete após ter saído das comemoração alusivas ao Dia Internacional da Mulher que foi realizado nos Lions Clube de Juara, evento de sua iniciativa em parceria com a vereadora Marta Dalpiaz, primeira dama Silvia Sirena,  estava como seus familiares nessa lanchonete, e que após a família ir embora, ele permaneceu no local com amigas.

Segundo ela, o fato aconteceu por volta da 01:50h da madrugada de sábado, 09 de março, e o agressor após agredir sua amiga, assim que ela  entrou no seu próprio veiculo, ele abriu a porta vindo apertr seu pescoço com as mãos, sufocando-a.

Ela foi socorrida e registrou um boletim de Ocorrência na Polícia Militar de Juara, dizendo que estava na companhia de duas amigas e o namorado de uma delas, identificado como Josimar Obadia Vieira, 36 anos, agrediu a irmã da namorada dele e depois agrediu também a vereadora.

O homem abriu a porta do carro a força e como eu não podia sair do local, ele tentou me estrangular, apertando meu pescoço com as mãos, “foi ai que senti e pode perceber como as mulheres se sentem quando são agredidas em muitos casos são mortas em virtude de agressão sofrida, relatou a vereadora”.

Ela e a amiga fizeram exames de corpo de delito, foi lavrado o Boletim de Ocorrências e o delegado da Polícia Judiciária Civil de Juara, Dr. Carlos Henrique Engelmann, já abriu um procedimento para investigar o caso, fez um Termo de Notificação de Audiência e vai dar andamento ao caso, inclusive, estabeleceu data e horário para a audiência no Juizado Especial Criminal.

Depois de ser ouvida pela escrivã Juliana dos Santos Silva e pediu que o agressor seja representado judicialmente.

Em entrevista à imprensa, a vereadora disse que fez questão de representar contra o agressor, pois acabava de sair de um evento alusivo ao Dia Internacional da Mulher, organizado por ela, a vereadora Marta Dalpiaz e a Primeira Dama do município, Silvia Sirena, onde o objetivo era justamente chamar a atenção das mulheres para evitar esse tipo de acontecimento.

“Defendo a causa das mulheres, nossa bandeira é contra a agressão, não importa o tipo, se é física, verbal ou moral, coisas que podem chegar ao feminicido e sempre incentivamos aquelas que são agredidas, que denunciem, então, sendo eu uma das vítimas, não poderia me calar diante duma situação como está, até para dar exemplo”. Disse a vereadora.