Cidadão Repórter

(66)984617945
Juara(MT), Quarta-Feira, 20 de Outubro de 2021 - 20:18
12/10/2021 as 13:25 | Por Redação/portaldoarinos | 953
Trabalhador que matou colega a tiros em Tabaporã foi condenado a 12 anos de prisão
Ainda cabe recurso por parte da defesa dele.
Fotografo: News Jur
Juiz Rafael Depra Panichella

Adair Francisco Faustino de Souza foi condenado em Juri popular há 12 anos de prisão em regime fechado por ter matado a tiros o colega de trabalho, Marcio da Veiga de 37 anos.

O crime aconteceu em dezembro de 2020 em uma fazenda no município de Tabaporã, onde os dois trabalhavam juntos.

Na ocasião do crime, Marcio da Veiga de 37 anos foi encontrado morto a tiros com perfurações na cabeça que saiu na parte do rosto.

Assim que tomou ciência do crime, o delegado de Polícia Judiciária Civil, Dr. João Antônio Batista Ribeiro Torres representou pela prisão preventiva de Adair Francisco Faustino de Souza que se tornou principal suspeito do crime, uma vez que ele e a vítima trabalham juntos e moravam no mesmo alojamento da fazenda.

Dias depois do crime, Adair Francisco foi localizado e confessou a autoria do crime onde teria usado uma arma de fogo tipo espingarda calibre 28 para ceifar a vida do colega de trabalho.

Neste ano de 2021, depois de já ter cumprido uma parte da pena em regime fechado, Adair Francisco Faustino de Souza foi levado a júri popular na Comarca de Tabaporã, município onde cometeu o crime.

Após o julgamento, o Juiz de Direito titular da Comarca de Tabaporã, Dr Rafael Depra Panichella sentenciou o criminoso em 12 anos de prisão em regime fechado. Ainda cabe recurso por parte da defesa dele.




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil