Fotografo: Portaldoarinos/Soan de Barros
...
Café da propriedade de Jurelino Monteiro Caldas.

O técnico Agropecuário, Jurelino Monteiro Caldas que chegou na cidade de Novo Horizonte do Norte no ano de 1.995 atuando como chefe da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) completa 25 anos de trabalho no município.

Além de técnico Agropecuário da Empaer, Jurelino é produtor rural e possui propriedade comunidade Carvalho, zona rural do município, denominado sítio Santa Helena, km 18, onde trabalha com criação de gado e cultivo de café.

Jurelino disse a reportagem do Portal do Arinos plantou cerca de 350 pés de cafés e já colheu a primeira safra em 2019, e que agora está otimista com a segunda colheita, e vê na produção do café, uma nova e grande fonte de renda para o pequeno produtor.

“Aqui a terra é boa e tudo que se planta e cultiva com assistência produz bons frutos, basta ter vontade de coragem, e eu faço o que gosto”, disse.

Como técnico Agropecuário da Empaer, Jurelino explica que tem dado atenção para os pequenos produtores, porque eles são fomentadores de parte do giro econômico do município e tendo assistência técnica, o produtor produz melhor e com mais qualidade.

“Muitas vezes, o produtor tem boa vontade de produzir, mas se não tiver uma assistência técnica adequada e voltada para ele levando conhecimento, o produtor fica a ver navios, e isso causa prejuízo para ele que deixa de produzir com boa qualidade e para o município que deixa de arrecadar, então, enquanto Empaer sempre estive ao lado do pequeno produtor”, conclui Jurelino.

O técnico ressalta que foram feitas inúmeras ações de incentivos como dia de Campo, edições do Café da Roça, incentivo com palestras voltadas para o cultivo do leite, que uma fonte de renda em Novo Horizonte, entre outros incentivos, bem como o cultivo do café, que hoje vem ganhando expansão de produtividade no município.

Ao concluir, Jurelino faz questão de dizer que a agricultura não pode parar, pois é ela que vem se destacando no cenário nacional de produção e exportação do Brasil, e mesmo durante todo período de pandemia do Coronavirus (Covid-19) manteve o equilíbrio econômico do País.