Juara(MT), Quinta-Feira, 09 de Dezembro de 2021 - 09:26
25/11/2021 as | Por Boca De Pimenta |
Sem receber medicação e atenção necessária na saúde pública em Juara gravida foi atendida em Juína
Ainda não há informação do porque o medicamento não for fornecido para a paciente.
Fotografo: reprodução/google
Foto meramente ilustrativa

Todos nós somos sabedores de que o Sistema Único de Saúde (SUS) é um sistema público em que os todos os cidadãos brasileiros podem e devem ter direito sem distinção de raça, cor, crenças, classe social ou local de moradia, e, além disso, ter direito aos medicamentos de alto custo fazem parte dos serviços e são distribuídos de forma grátis.

É claro que existem pequenas exigências que como portar o Cartão Nacional de Saúde, o cartão SUS e as consultas podem ser feitas em qualquer Unidade Básica de Saúde (UBS).

Contudo, em algumas cidades parece não ser bem assim com tanta clareza, como foi um dos casos que ocorreu na cidade de Juara, região Noroeste do Estado de Mato Grosso, no Vale do Arinos.

Como foi o caso que aconteceu com uma mulher gestante teve sérios problemas com questões de acesso a medicamentos no Município de Juara. Segundo ela, saiu da cidade com problemas de saúde durante sua gestação, uma vez que teve complicações de trombofilia e não teve o suporte necessário em Juara para tratar de sua saúde.

A informação é de que, algumas mulheres que necessitam do uso e indicação da Enoxoparina, conhecido por “picadinha do amor” uma injeção usada por gestantes mediante prescrição médica não teve acesso ao medicamento na área de saúde pública em Juara.

Essa injeção previve a coagulação do circuito de circulação, Trombose (venosa, pulmonar e cerebral); infarto do miocárdio; entupimento dos vasos cerebrais; arritmia cardíaca, quem teve ou está com Covid-19, ou sofreu de aborto e vários necessita  da medicação prescrevida pelo médico.

Como não conseguiu a medicação via área de saúde pública em Juara, a mulher se recorreu a unidade de saúde pública da cidade de Juina, que também fica situada na região Noroeste do Estado de Mato Grosso.

Ainda não há informação do porque o medicamento não for fornecido para a paciente.

Veja abaixo o desabafo da mulher em sua rede social:

Talvez quem esteja lendo isso não veja a importância, não entenda o que é você precisar de uma medicação em seu município e não ser ajudada! Mas vou explicar. VOCÊ PEDIR, IMPLORAR E NÃO TER AJUDA E NEM QUEM A RECORRER, É TRISTE! E FOI EXATAMENTE ISSO QUE ME ACONTECEU EM JUARA. Tanto eu como várias outras mamães que vêm passando por isso, precisando dessa injeção para salvar a vida do seu bebê..., Mas Deus é maravilhoso e não me deixou desamparada, me guiando até Juína aonde fui muito bem recebida, me falaram O SUS É PARA TODOS! Apresentando a receita médica, me entregaram toda a quantidade que eu precisava na mesma hora.

Foi uma felicidade, uma alegria um sentimento tão imenso de gratidão que não tem explicação!

Não me questionaram, não exigiram laudos, documentação de comprovação, processo receita de hospital público ou privado e muito menos me deixaram esperando por algo que eu precisava com urgência.
Foram meses em Juara tentando conseguir essas injeções e não tive retorno”.




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil