Fotografo: Reprodução google
...
Foto meramente ilustrativa

O cultivo do café foi uma das fontes econômicas na colonização de Juara, e com a chegada do setor madeireiro, borracha e pecuária acabou escasso por alguns anos, mas nos últimos anos, o município tem avançado cada vez mais com a cultura da produção cafeeira que está se tornando a mais nova fonte de economia de Juara.

Em outubro de 2019, assentamentos e distrito de Paranorte receberão palestra sobre plantio e produção do café com o engenheiro agrônomo Thiago Marim da Empaer do município de Castanheira.

A palestra foi promovida pela Secretaria de Agronegócio e Meio Ambiente de Juara e a palestra aconteceu no Assentamento P.A. Vale do Arinos e distrito de Paranorte, a 140 km da zona urbana da cidade esclarecendo os fatores importantes para o plantio e cultivo de café clonal conilon.

Neste ano de 2020, o secretário municipal de agricultura, Mauro Dirami ressaltou que além da parceria constituída entre o município com os produtores, existe também o apoio da Empaer.

As primeiras mudas a serem distribuídas neste ano, segundo o secretário será de forma gratuita para os produtores e gira em torno de 12.500 mudas prontas já todas enraizadas que deveram ser distribuídas no máximo em 45 dias, mais precisamente no início de março.

Essas são destinadas as áreas de unidades de referência técnicas (ARTs), onde a prefeitura fornecerá os brotos e a secretaria faz a assistência técnica, e a irrigação com madeiras para irrigação de viveiro de baixo custo ficará por conta dos produtores.

A princípio, a distribuição das mudas será no distrito de Paranorte e P.A Vale do Arinos, mas, a previsão é de distribuir durante este ano um total entre 30 a 35 mil mudas de café.