Fotografo: Reprodução/google
...
foto meramente ilustrativa

O prefeito de Juara, Carlos Sirena encaminhou para a Câmara Municipal o projeto de lei nº 008/2019 referente a recomposição salarial dos servidores públicos da educação municipal e dos servidores do legislativo. O projeto foi aprovado em Sessão Extraordinária pelos parlamanetares.

O reajuste salarial dos profissionais da educação municipal de Juara encaminhado para aprovação na Câmara Municipal de Juara não foi a contento dos profissionais, porque de acordo com a Lei nº 11.738 que garante o piso nacional para o magistério, o ideal seria de 4.76, mas o prefeito concedeu apenas 4.43, o que na opinião da classe causa impasse, uma vez que a Lei Municipal nº 68/2009 contempla todos os profissionais da educação, envolvendo apoio e técnico administrativo, sendo que estes tiveram apenas 3.43 de reajuste.

Vagner Fanini, presidente do SINTEP - Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Juara disse que isso representa perca aos profissionais, até porque esse reajuste deveria ter sido no mês de janeiro.

Os profissionais do magistério receberam aumento de 4.17 retroativo ao mês de janeiro pago em março e restante em abril e maio segundo explicou Fanini, ao dizer que vai lutar para receber a reposição em atraso

Por sua vezo vereador Helio Castão que também é professor disse que desde que assumiu como vereador vem cobrando do Executivo Municipal o cumprimento da lei, que até agora ainda não foi cumprida, causando transtorno ao funcionalismo público da educação municipal de Juara.