Fotografo: Portaldoarinos/Soan de Barros
...
Eduardo Zimerman

Em exercício desde 2008, mas oficializado em 2019, o projeto de boxe “Lutando pela Educação” completa neste mês de abril de 2019, 10 anos existência em Juara e comemora muitas conquistas, conforme disse o professor Eduardo Zimerman, instrutor e idealizado do projeto.

“O resultado é muito satisfatório e o maior orgulho é poder levar esses alunos integrados a sociedade, onde muitos alunos iniciaram ainda criança e hoje estão maiores de idade, todos estudando e já pensando em uma faculdade para o futuro de suas vidas, o que tona o projeto ainda mais importante em seu contesto geral”, pontuou Zimerman.

Para o instrutor, falar de boxe no Estado é falar muito em Juara, porque em 2010, apenas dois atletas representaram Juara nas maiores competições, sendo campões nos anos de 2011, 2012, 2013 e 2014, resultado dos primeiros trabalhos.

Já em 2015 os pugilistas conquistaram o vice-campeonato, sequenciado em 2016, 2017 e 2018 e  2019 é um ano especial em comemoração aos dez anos de existência e deverá ser coroado de êxito, até mesmo em virtude da volta de muitos alunos da velha guarda que estão retornando em atividades, onde um total de 06 alunos fizeram intercâmbios em outras cidades com maior estrutura da modalidade.

Outra conquista desses dez anos de trabalho do boxe em Juara, o professor destacou os 07 atletas que conseguiram ficar entre os 10 melhores do Brasil, sendo que em 2016, a boxeadora Raquel conquistou o vice-campeonato brasileiro da modalidade, e Vinícius em terceiro lugar.

Eduardo destacou o empenho, luta e dedicação por parte desses atletas que na maioria das vezes viajaram sozinhos para representar Juara, uma vez que ele não pode acompanhar em virtude de seu trabalho e ocupações profissionais.

Ao concluir, o instrutor se mostrou muito feliz e disse que o pouco tempo que tem se disponibiliza para prestar esse importante trabalho ao projeto que não tem fins lucrativos e enfatiza que seu sonho era pode viver exclusivamente do boxe, mas infelizmente não é possível, e que mesmo assim está contente com as boas  conquistas do projeto em Juara nesses dez anos.