Fotografo: Reprodução google
...
Ilustração

O balanço foi divulgado hoje pelo INDEA – Instituto de Defesa Agropecuária. Nessa etapa é obrigatória a vacinação de bovinos e bubalinos de todas as idades, “de mamando a caducando”, exceto na microrregião do Baixo Pantanal Mato-grossense.

A baixa inadimplência é resultado do trabalho de divulgação, educação sanitária, fiscalização e fundamental apoio dos produtores rurais.

A população de bovinos e bubalinos existentes no estado alcançou 30 milhões cabeças neste ano. Desde 2005 as etapas têm alcançado índices de vacinação superiores a 99% de imunização em todas as regiões.

Durante o período da etapa de vacinação, o INDEA fiscalizou 2471 estabelecimentos rurais, o que corresponde a 2,6% dos estabelecimentos em Mato Grosso.

O instituto e o Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento são os órgãos oficiais responsáveis pela regulamentação, divulgação, educação sanitária, controle e fiscalização da vacinação, cabendo ao produtor arcar com a aquisição e aplicação da vacina, informa a assessoria.