Fotografo: Rede social
...
Carro da vítima

O corpo do pecuarista Roberto Carlos Lazaron, de 51 anos de idade, popular Betão que morreu vítima de um grave acidente na noite de sexta-feira à noite rodovia estadual MT 338 sentido a Itanhangá foi velado na Capela Mortuária e sepultado no final da tarde de sábado na cidade de Sorriso em Mato Grosso.

Os familiares do fazendeiro residem em Sorriso, Betão como era conhecido  morava em uma fazenda no município de Porto dos Gaúchos, e de acordo com informações recebidas, no momento do acidente fatal, ele dirigia uma Toyota Hilux prata que colidiu na traseira de um caminhão carregado com madeira.

O veiculo que era dirigido por Betão ficou com a parte da frente totalmente destruída, e com o impacto da batida, ele ficou preso às ferragens e morreu no local do fato.

Após ser levado para o Instituto Médico Legal (IML), o corpo foi liberado para velório e sepultamento.

Agora, somente após a conclusão dos laudos técnicos da Politec é que serão apontadas todas as causas, tendo em vista que  o caso fica a cargo da Polícia Judiciária Civil.