Fotografo: Montagem-boca de pimenta
...
Foto Ilustrativa

O pecuarista e zootecnista de Juara, Carlos Amadeu Sirena que sempre colaborou com várias ações sociais como leilões beneficentes entre outras juntamente com sua esposa, Silvia Cremonez Sirena decidiu apostar no mundo político em 2016, quando saiu candidato a vice-prefeito na chapa da empresária Luciane Azoia Borba Bezerra.

Na época, Luciane carregava uma legião de admiradores e simpatizantes e conseguiu se eleger com 8.808 (55,74%) de aprovação popular. Em 2018, a prefeita foi cassada por força de uma decisão judicial e foi ai que Carlos Sirena virou chefe do Executivo Municipal definitivo.

Desde então, Carlos Sirena sempre deixou claro em suas entrevistas a imprensa que não é politico, ou seja, não tinha nenhuma pretensão de se candidatar novamente, tanto que nas eleições estaduais para escolha de deputados, senadores governadores e presidente, ele ficou em cima do muro, não apoiou nenhum candidato.

Após as eleições, como ele recebeu apoio do senador Wellington Fagundes com, emendas e teve a intervenção do parlamentar para adiamento de importantes convênios para Juara, decidiu-se filiar no partido do senado, talvez para agradá-lo, mas foi só por uns dias e logo saiu. “Não sou político dizia” Carlos Sirena em suas entrevistas a imprensa, eu quero alinhamento das coisas no caminho certo.

Para a surpresa de todos, e ou, para esperança de muitos, no último dia 27, Carlos Sirena se declarou publicamente sua pré-candidatura a prefeito em Juara em uma entrevista coletiva a imprensa.

O que não se sabe é se isso vai durar até as convenções partidárias, já que ele era aliado de um grupo formado pelos partidos políticos composto por 13 siglas, sendo PSDB, PSB, PV, PDT, PTB, PMN, PMB, PRP, PTN, PSC, PSD, PPS, PP, e mesmo antes de se desfiliar já não mantinha o mesmo relacionamento com o grupo.

Como na política tudo pode acontecer e é considerado válido, aguardaremos os próximos capítulos dessa história. Boca de Pimenta está atento aso fatos.