Fotografo: Foto da apreensão
...
Foto real do fato

Na tarde de quinta-feira (14/03), a Policia Civil de Tapurah cumpriu o mandado de busca e apreensão, em uma propriedade rural, localizada no encontro do Rio Borges com o Rio Arinos.

Neste local mora uma família que vive de pesca profissional, na residência foi apreendido uma espingarda calibre 12 e uma grande quantidade de cartuchos intactos e deflagrados, além de muita pólvora, chumbos e espoletas.  Segundo a polícia, a arma tem registro de posse, mas estava vencido.

A polícia investiga a denúncia contra a mulher, conhecida por “Dora”, que é acusada de efetuar disparos de arma de fogo contra os pescadores amadores, que usam o rio nas proximidades de sua casa, para pescarias.

Um boletim de ocorrência foi registrado na delegacia, aonde alguns amigos relataram que pescavam no meio do rio, quando foram surpreendidos com dois disparas de arma fogo rumo a embarcação que usavam.

Os disparos teriam vindo da propriedade, e segundo consta no registro, teria sido uma mulher quem realizou os disparos e não satisfeita, ameaçou os pescadores dizendo pra eles não voltar mais no local. Ela poderá responder por tentativa de homicídio, uma vez que os tiros passaram muito perto de um dos pescadores e atingiu o motor do barco, vindo a danifica-lo.

Muitos pescadores que usam o rio Arinos nos finais de semana, tem procurado a delegacia para fazer denúncias contra as ameaçãs da mulher.

A Polícia Civil de Tapurah vai dar continuidade nas investigações.