Fotografo: Portaldoarinos/Soan de Barros
...
Vereador Chico do Indea

Em administrações anteriores, duas propriedades rurais situada na divisa entre Juara e o município de Nova Monte Verde tiveram problemas com relação a Licença Ambiental de Operação (LAO) e projetos de manejo junto a Secretaria Estadual de Meio Ambiente (SEMA).

O motivo, segundo o vereador Francisco Valtenio Sales (Chico do Indea) seria a questão da divisa dos municípios já estarem definidas, e que questão foi repassada pelo assessor jurídico da prefeitura de Juara ainda na gestão do ex-prefeito, Edson Piovesan.

Ne época, de acordo com o vereador Chico do Indea, foi feito um pedido junto ao ex-deputado estadual, Oscar Bezerra e a deputada Janaina Riva que interviram para que Juara não viesse a perder parte de seu território e a divisa ficasse estabelecida no local onde foi feita a demarcação.

Neste ano de 2019, a Indea recebeu documentos através de imagens que mostram que o problema não foi resolvido, e indica que parte que era do município de Juara consta como município de Nova Monte Verde, mudança esta  feita na Secretaria do Planejamento e Orçamento (SEPLAN) que visa aumentar a eficiência dos recursos e das políticas públicas, promovendo o fortalecimento institucional, a transparência nas ações e a participação da sociedade.

Para o vereador, a situação agora é considerada critica, visto que na localidade são mais de 40 propriedades com projetos de manejos, sem contar que causa se não for resolvido, causa imenso transtorno ao produtor que terá que mudar toda sua inscrição estadual de um município para outro, além de diminuir a arrecadação financeira de Juara.

Outra questão citada pelo vereador é que o município de Novo Monte Verde estava fora do processo de uma usina hidrelétrica daquela região, e com esse fator, os governantes daquele município vai tentar incluir no processo para se  beneficiar tirando esse mérito de Juara.

Juara precisa correr contra o tempo com empenho de todos os vereadores e gestão publica e solicitar apoio dos deputados e governo estadual para resolver essa questão o quanto antes, frisou o parlamentar.