Juara(MT), Quinta-Feira, 09 de Dezembro de 2021 - 10:10
24/11/2021 as | Por Portaldoarinos |
Juara, Após ser esganada, mulher chama Polícia Militar, mas se nega a representar contra o marido
O amigo dele, segundo a vítima pediu para que o acusado não agredisse a esposa, mas ele não obedeceu.
Fotografo: reprodução/portaldoarinos
Foto meramente ilustrativa

Uma mulher que estava gestante foi agredida violentamente por seu convivente em sua residência no bairro Aeroporto onde ela mora. O fato ocorreu na noite desta terça-feira, dia 23 de novembro por volta das 22:15h, conforme relatou a vítima em depoimento a Polícia Militar.

Ela informou os policiais que seu marido juntamente com um amigo estava ingerindo bebida alcoólica em sua residência desde às 17:00h, e quando foi nesse determinado horário citado no boletim de ocorrência, ela pediu para que o marido parasse de beber, momento em que ele muito alterada passou a esganar a esposa e ainda desferiu socos contra sua cabeça.

O amigo dele, segundo a vítima pediu para que o acusado não agredisse a esposa, mas ele não obedeceu.

Nesse momento, eles ligaram para a Polícia Militar e o suspeito tomou rumo ignorado saindo da residência. A mulher vítima que estava gravida de 07 meses disse aos policias que não pretende pedir medida protetiva contra o agressor (marido) e não quis representar contra ele.

Diante disso, a guarnição policial pediu para que ela comparecesse na delegacia de Polícia Judiciária Civil para formalizar o boletim de ocorrência.

Foi preenchido o formulário nacional de avaliação de risco violência doméstica e familiar contra a mulher, e foram expedidas notas e garantias para vítima, conforme prevê a Lei nº 11.340/2006.




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil