Fotografo: Reprodução google
...
Foto Ilustrativa

Após a reportagem do Portal do Arinos publicar uma reportagem onde um suposto pai de aluno procurou a nossa redação para reclamar que a Escola Municipal de educação infantil Pingo de Gente não iria fornecer lanches durante a reforma da cozinha da escola, tanto a diretora, quanto a secretária municipal de educação Fernanda Alves desmentiu os fatos e explicou a realidade colocada em reunião com os pais pela direção escolar.

A secretária, Fernanda Alves explica que Escola Municipal Pingo de Gente é a primeira do município em educação infantil e não há várias anos não passava por manutenções, e com isso, a cozinha está inadequada para as merendeiras trabalharem.

Esse processo vai ocorrer somente enquanto durar o periodo de reforma dos referidos locais citados, e após o termino tudo volta ao normal.

O refeitório, segundo a secretária Fernanda não comporta todos os alunos e a licitação aconteceu para reforma toda a cozinha e refeitório, e como o antigo prédio da cozinha e refeitório, não tem como as merendeiras permanecer no local.

Em áudio enviado, a diretora da escola, destacou que a reunião feita com os pais pela direção da escola juntamente com o Conselho deliberativo da escola e todas as informações foram bem acatadas pelos presentes, que inclusive de prontificaram em contribuir da melhor forma.

A reforma é uma obra tão esperada, frisou a diretora e a Celia nutricionista fez todas as explicações sobre qual tipo de alimentação os alunos deveriam onde a escola vai oferecer e os alunos deverão levar um lanchinho para incrementar o lanche que é servido as 09:00h para o turno da manhã, assim como também é servido para o turno da tarde.

Em resumo, nada condiz com o que diz o reclamante da primeira noticia, o que ficou comprovado mediante as colocações da diretora da escola e da secretária municipal de educação, que nos deu todo respaldo com as explicações devidas.