Fotografo: Reprodução/google
...
Foto meramente ilustrativa

Uma mãe que teve seu nome preservado pelas autoridades policiais procurou  a delegacia de Polícia Judiciária Civil de Juara para registrar um  boletim de ocorrência sobre abuso sexual que sua filha que tem apenas 12 anos de idade teria sofrido.

Segundo, Dr. Carlos Henrique Hengelman, delegado de Polícia Judiciária Civil desta Comarca, a mãe e a menor relataram que o abuso teria sido cometido por um senhor de aproximadamente mais de 60 anos de idade que seria vizinho da família.

Diante dos relatos de mãe e vítima, em um segundo depoimento, o delegado disse que ouviu também o acusado e convivente onde os mesmo confirmaram os abusos que, segundo os acusados ocorriam no interior de sua residência e era presenciado pela esposa do abusador.

Todas as informações foram angariadas reduzindo os termos mediante interrogatórios e declarações e formulado o pedido de representação de prisão preventiva e enviado ao Ministério Público para as providências nos termos da lei.

Quanto a esposa do autor do fato, o delegado explicou que somente após as  analises de todas as informações colhidas no curso da investigação é que poderá deliberar sobre a eventual responsabilidade ou corresponsabilidade da mulher.

Já com relação ao depoimento do acusado, o delegado preferiu não revelar o teor, porque segundo ele, como se trata de menor é importante manter o sigilo até que sejam colhidos todos os elementos pertinentes ao fato, conforme prevê o estatuto do menor.