Fotografo: Reprodução google
...
Foto meramente ilustrativa

Um servidor público de Juara postou reclamação em redes sociais via aplicativo whatsapp relatando que procurou o hospital municipal de Juara para fazer teste rápido de coronavirus (Covid-19) e não obtive o devido atendimento ou foi mal atendido na unidade.

No áudio, o funcionário por nome de Claudemir cita o nome da funcionária Grazy e diz que foi ameaçado, porém, não deixa claro que tipo de ameaça ele sofreu, mas relatou a seguinte frase: “Amanhã ou eu presto conta a Grazy, sei lá o que ela é, ou ela vai abrir um boletim de ocorrência contra mim”.

Por sua vez, a funcionário intitulada somente pelo nome de Grazy também enviou um áudio com os seguintes dizeres,

- “ Boa noite Claudemir, tudo bem? É a Grazy do hospital, deixa te falar, não vou te ligar devido ao horário, tá meio tarde, mas tem um áudio seu circulando nos grupos falando que você não está fazendo o teste lá no municipal, não ta fazendo hemograma e tal, então eu gostaria que você me procurasse para esclarecer essa situação, ai se não foi fazer um boletim de ocorrência se você foi mal atendido ai a gente resolve, só pra ficar bem claro as coisas”.

O que se sabe até o momento é que existe um recurso estimado em um determinado valor destinado a saúde para atendimentos de pacientes com suspeitas e sintomas do coronavirus, resta saber como estão sendo aplicados esses recursos e como os pacientes estão sendo atendidos no hospital municipal.