Fotografo: Reprodução/portaldoarinos
...
Delegacia de Tabaporã

Dois jovens que foram apreendidos acusados por estupro na cidade de Tabaporã no último sábado, dia 23 de junho podem já estar em liberdade com menos de 12 horas após o cometimento suposto crime.

Os dois suspeitos do ato teve apenas as iniciais de seus nomes divulgados, sendo A e M, que foram detidos pela Polícia Judiciária Civil de Tabaporã no dia acima mencionado, e a jovem vítima cuja inicial é T, relatou a polícia que por volta das 05:30h sofreu agressões na região da cabeça, mordidas pelo corpo e hematomas nas nádegas, sendo que todo ato foi praticado com muita violência contra ela.

O delegado de Polícia Judiciária Civil de Tabaporã, Dr. Albertino Felix de Brito Junior falou com exclusividade a reportagem do Portal do Arinos e informou que realmente os acusados foram liberados pelo Juiz, porém, já foi instaurado inquérito para investigar o fato.

Todas as diligências para elucidar os crimes estão sendo feitos e os nomes dos supostos envolvidos não foi divulgado por questão de sigilo no trabalho da justiça, onde todos serão ouvidos.

Com relação ao exame de corpo delito da suposta vítima, existe uma grande deficiência por não ter médico ginecologista em Tabaporã em Porto dos Gaúchos, o que dificulta a realização de perícia de violência sexual.