Fotografo: Reprodução google
...
Ilustração

O Imea (Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária) divulgou, ontem, o andamento das comercializações da pluma mato-grossense para as safras 2018/19 e 2019/20, referente ao mês de junho e apontou avanços de 1,68 ponto percentual e 3,37 pontos percentuais para ambas as safras em relação a maio, alcançando assim 77,75% e 39,66% da produção já comercializada, respectivamente.

“Essa baixa evolução nas negociações, principalmente na safra que está no campo, está ligada à desvalorização no preço médio mensal comercializado de 0,98% para safra 2018/19 e 0,92% na safra 19/20, que por sua vez foram reflexo da retração das cotações da pluma na bolsa de Nova York e do dólar ao longo do último mês.

Além disso, o início da colheita do algodão no Estado foi outro ponto que influenciou nas vendas da safra 18/19, visto que o cotonicultor aguarda a evolução do processo no campo e o beneficiamento da fibra para confirmar os resultados produtivos das lavouras, para que assim evolua na comercialização da pluma nos próximos meses”, acrescenta o instituto.