Fotografo: Reprodução google
...
Foto meramente ilustrativa

Na noite da última quarta-feira, dia 05 de fevereiro, bandidos renderam um caminhoneiro de 30 anos, que é funcionário de uma empresa de transporte, mas o crime foi registrado na polícia de Lucas do Rio Verde, somente na tarde desta quinta-feira, dia 06 conforme publicação do site sonoticias de Sinop.

Em registros policiais, o caminhoneiro explicou  que estava com o caminhão bitrem carregado com mais de 48 toneladas de soja  em uma fazenda localizada no município de Porto Dos Gaúchos (247 quilômetros de Sinop), carga esta que seria levada para o terminal ferroviário de Rondonópolis.

Em um trecho da MT-338, também conhecida como estrada da Baiana, ao passar em uma serra, com a velocidade reduzida, foi surpreendido por um homem que saiu do mato com uma arma de fogo em punho, mandando ele parar.

O motorista foi rendido e colocado no banco de trás. O assaltante armado ficou no banco do carona e um segundo bandido assumiu a direção do caminhão. No trajeto, um carro dava apoio a ação criminosa.

Após 50 minutos, eles pararam e o motorista foi obrigado a descer com o rosto coberto, e junto com o bandido armado ficou a noite toda na mata. Por volta das 4h30, da manhã eles ouviram um barulho de carro e uma buzina.

O suspeito saiu do local dizendo para que o mesmo ficasse na mata por mais meia hora. Ele esperou um tempo, saiu andando até chegar na rodovia BR-163 e pediu ajuda em um posto de combustível, em Lucas do Rio Verde.

O proprietário afirmou ainda que o último sinal do rastreador da carreta ocorreu por volta das 20h, em uma estrada vicinal entre Lucas do Rio Verde e Nova Mutum.  Até o momento, ninguém foi preso. A carga de soja e a carreta também não foram recuperadas. O caso será investigado pela Polícia Civil.