Fotografo: Reprodução/google
...
foto meramente ilustrativa

A arroba do boi gordo tende a ser mais valorizada no segundo semestre do ano e o momento é favorável para o pecuarista que confina para o segundo giro, uma vez que pode aproveitar o momento para receber mais pela arroba, avalia o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea).

“Mas, para garantir, se faz necessária a utilização do mercado futuro para o travamento do preço da arroba no período. Para isso, é interessante acompanhar como está o movimento na bolsa de valores, a B3. Tirando o diferencial de base de -11,76% (média histórica) entre Mato Grosso e São Paulo, para outubro, a arroba registra valores de R$ 142,08 para Mato Grosso”.

“Esse valor é 1,81% maior em relação ao apresentado em maio no mercado físico. Também vale ressaltar que é 4,19% superior que o observado em abril na bolsa, demonstrando mais otimismo e impulsionamento do mercado para outubro.

Dessa forma, o produtor que souber utilizar esta ferramenta pode cobrir seus custos e ainda assegurar uma melhor receita na segunda metade do ano”, acrescenta o instituto.

Semana passada, em Mato Grosso, as arrobas do boi e da vaca gorda seguiram em queda. A desvalorização foi de 0,31% e 0,16%, respectivamente, atrelada à melhora na oferta de animais e o panorama foi favorecido pela disponibilidade de gado também oriundo de confinamento.